Governo do Estado contempla mais de 17 mil professores com benefícios funcionais

Já são mais de 17 mil professores contemplados com benefícios como progressões funcionais, promoções, titulações e estímulos, gerando um impacto financeiro de aproximadamente R$ 47 mil. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Já são mais de 17 mil professores contemplados com benefícios como progressões funcionais, promoções, titulações e estímulos, gerando um impacto financeiro de aproximadamente R$ 47 mil. Foto: Gilson Teixeira/Secap

A valorização dos profissionais da rede estadual de ensino é uma das medidas adotadas pelo Governo do Maranhão para construir uma educação de qualidade para as crianças, adolescentes, jovens e adultos. Prova disso é que em 19 meses de gestão, um total de 17.261 educadores do quadro da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) foram beneficiados com progressões funcionais, promoções, titulações e estímulos, gerando um impacto financeiro de aproximadamente R$ 47 milhões.

Logo em janeiro de 2015, 11.144 servidores da educação foram contemplados com a progressão salarial, além de promoções, titulações e estímulos concedidos neste período, que geraram uma repercussão financeira de quase R$ 33 milhões/ano.

Um bom exemplo de satisfação é a professora Vilmar de Jesus, que há 24 anos é educadora do Estado. Segundo ela, a implementação das progressões foi muito importante, pois geraram benefícios quem trabalha ensinando nas escolas públicas estaduais. “Eu já havia dado entrada, mas estava aguardando. Agora de forma automática é muito melhor, pois nos livra da angústia de esperar”, disse

Em 2016, outras 4.608 progressões foram concedidas, além de outros benefícios, representando um acréscimo mensal de mais de R$ 1 milhão na folha de pagamento dos profissionais da educação, totalizando, aproximadamente, R$ 14 milhões no decorrer do ano.

A progressão funcional é a evolução do educador da rede pública estadual, que, após determinado tempo de serviço, avança de uma referência para outra superior na tabela remuneratória do magistério, conforme estabelecido pelo Estatuto do Magistério. Durante décadas a categoria foi penalizada com a não implementação deste direito, tornando-o uma grande reivindicação dos professores do Estado.

Reajuste salarial

Ainda neste período, o Governo concedeu reajuste salarial de 13,01% a todas as referências funcionais do magistério, cobrindo quase integralmente a inflação do período. Com um impacto anual de R$ 200 milhões, a recomposição beneficiou mais de 41 mil professores. Do mesmo modo foi concedido reajuste de 15% na remuneração dos professores contratados.

Para garantir estas recomposições salariais, somente em 2015, o Estado aportou mais de R$ 190 milhões em complementação aos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que, mesmo sendo utilizados integralmente com pagamento de pessoal, não são suficientes. Neste ano, a projeção de aporte do tesouro estadual é maior, girando em torno de R$ 206 milhões.

Quantitativo de progressões
>> Ano de 2015 – 11.144 professores
>> Este ano – 4.608 professores

Estudantes participam de Aulões do Enem. Foto: Felipe Neiva

Estudantes participam de Aulões do Enem. Foto: Felipe Neiva

“É uma oportunidade de aprender mais. Para nós que não temos condições de pagar um cursinho preparatório, o aulão ajuda bastante. Consegui tirar muitas dúvidas e vejo o meu sonho mais próximo de se realizar”, afirmou o estudante Alexandro Lima, de 24 anos, de Codó. Ele é um dos 202 participantes do Aulão do Enem, realizado no município, no último fim de semana.

Realizado pelo Governo do Maranhão e coordenado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Aulão do Enem é uma mega revisão, gratuita, voltada para estudantes que estão terminando ou já concluíram o Ensino Médio e pretendem ingressar no Ensino Superior.

Para milhares de jovens e adultos maranhenses, o sonho de ter acesso a uma universidade e se tornar um profissional da área que deseja se torna mais próximo da realidade com o Aulão do Enem. Para Alexandro, o maior desejo é passar no curso de Medicina Veterinária. Para ele, o importante é persistir. “Esta é segunda vez que vou fazer o Enem. Na primeira vez não tive êxito, mas, agora, estou confiante, principalmente depois que tive essa aula, os conteúdos ficaram bem esclarecidos e os professores ensinam de forma bem dinâmica”, disse.

No município de Coroatá, a estudante Márcia Juliana Barbosa, de 20 anos, ressaltou a importância do aulão. “Iniciativa como esta deveria se repetir. É um apoio a mais diante de tanto conteúdo que devemos estudar. Consegui aprender bastante e agora é focar ainda mais para ser uma farmacêutica. Fiquei muito feliz de participar”, comentou.

Quem deseja participar do Aulão do Enem, pode fazer as inscrições por meio do sitewww.secti.ma.gov.br ou no local do evento. Nesse último caso é necessário chegar antes do início das aulas. Com os aulões do Enem, os estudantes recebem gratuitamente as apostilas com atividades relacionadas aos conteúdos do exame.

Nesse próximo fim de semana o programa será realizado no sábado (30) nos municípios de Bacuri e Serrano do Maranhão. No domingo (31) será a vez dos estudantes de Santa Luzia do Paruá, Governador Nunes Freire e Amarante terem acesso à mega revisão.

Cronograma

Em agosto, os Aulões do Enem começam no dia 6, em Pedro do Rosário e Bom Jardim; dia 7, Lago do Junco e Pedreiras; dia 13, Barra do Corda e Bom Jesus das Selvas; dia 14, Caxias e Conceição do Lago-Açu; dia 20, Pinheiro e Cururupu; dia 21, Presidente Médici e Carutapera; dia 27, Paraibano, São João dos Patos, São Bernardo e São João do Sóter. No dia 28, a mega revisão será realizada em Zé Doca, Santa Inês e São Luís.

Cachoeira localizada na cidade de Carolina. Carolina é um município brasileiro do estado do Maranhão, é o ponto de apoio para a visita à Chapada das Mesas, onde se localizam diversas quedas d'água: Pedra Caída, Cachoeira de Itapecuru, de São Romão, do Prata, e outras. Carolina (MA). Foto: Maurício Moreira

Cachoeira localizada na cidade de Carolina. Carolina, é o ponto de apoio para a visita à Chapada das Mesas. Carolina (MA). Foto: Maurício Moreira

Formar, desenvolver talentos, gerar emprego e renda, além de tornar os serviços turísticos um diferencial para quem decide conhecer as belezas do Maranhão. Com esses objetivos, o Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), vai incrementar a qualificação no setor. Estão sendo concluídas as ações de planejamento para dar início às atividades do Projeto “Mais Qualificação e Turismo”, que compreende cursos presenciais e à distância oferecidos gratuitamente.

O projeto vai contemplar todos os polos turísticos, levando qualificação profissional a toda cadeia produtiva. “Neste primeiro momento, serão realizados cursos presenciais nos polos indutores. Os primeiros serão na Chapada das Mesas, depois Lençóis Maranhenses e São Luís. O foco do Projeto Mais Qualificação e Turismo é melhorar a prestação de serviços nos segmentos de A&B (Alimentos e Bebidas) e Hospedagens”, explica o secretário adjunto de turismo da Sectur, Hugo Veiga.

Os cursos presenciais de Informações Turísticas e Qualidade no Atendimento em Bares e Restaurantes terão carga horária de 8 horas, 30 alunos por turma, e começam dia 14 de agosto, no município de Riachão. Em seguida, serão ministrados em Carolina (16/08), Estreito (17/08) e Imperatriz (18/08).

Para os polos estratégicos (Floresta dos Guarás, Delta das Américas, Lagos e Campos Floridos e Munim) e em desenvolvimento (Amazônia Maranhense, Cocais, Serra e Guajajara, Timbira e Kanela), a Sectur está trabalhando em parceria com o Núcleo de Tecnologias para a Educação, da Universidade Estadual do Maranhão (Uema.NET) que, por meio de Cooperação Técnica a ser celebrada ainda neste mês, vai oferecer cursos à distância em sua plataforma.

No ambiente virtual de aprendizagem, inicialmente, estão previstos cursos abertos, na área de capacitação de serviços turísticos, e também de Elaboração de Projetos Turísticos, Gestão de Negócios em Turismo, Planejamento e Organização Turística e Promoção Turística, voltados para os gestores públicos e privados.