Operação Resposta’ identifica 40 detentos como mandantes de ataques e SSP solicita transferência para presídios federais. (Foto: Divulgação/SSP)

Operação Resposta’ identifica 40 detentos como mandantes de ataques e SSP solicita transferência para presídios federais. (Foto: Divulgação/SSP)

A polícia identificou 40 detentos que já cumprem pena no sistema prisional envolvidos com os ataques a ônibus e escolas da capital, na noite de quinta-feira (29). O grupo foi autuado por crimes de organização criminosa, incêndio a coletivos e a órgãos públicos. Os detentos já respondem a processo por assaltos a mão armada, tráfico de drogas, formação de quadrilha, latrocínios – que é o roubo seguido de morte – e homicídio. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-MA) solicitou à Justiça a transferência de todos eles para presídios federais.

“São criminosos de alta periculosidade, que cumprem pena por crimes gravíssimos. A única medida é retirá-los do cenário para que não continuem incentivando estes atos, e, assim, impedir que sejam cometidos mais crimes”, ressaltou o titular da Superintendência Especial de Investigação Criminal (Seic), Tiago Bardal. Desde os atentados a polícia já capturou 24 pessoas, sendo 12 adolescentes que foram encaminhados à internação no Centro de Juventude Canaã, no Vinhais. Os demais estão na Seic, onde serão interrogados, autuados e enviados ao Complexo de Pedrinhas.

Operação Resposta’ identifica 40 detentos como mandantes de ataques e SSP solicita transferência para presídios federais. (Foto: Divulgação/SSP)

Operação Resposta’ identifica 40 detentos como mandantes de ataques e SSP solicita transferência para presídios federais. (Foto: Divulgação/SSP)

Para evitar a movimentação dos criminosos, as Polícias Militar e Civil realizaram, na manhã desta sexta-feira (30), operação ostensiva em todos os presídios do sistema penitenciário. Um total de 700 policiais ocupou as detenções para cumprir revistas minuciosas e abordagens à procura de celulares, armas e drogas. “É uma ação ‘pente fino’ para fechar o cerco contra esses criminosos e mostrar que a Segurança não vai deixar que eles instaurem o clima de medo na cidade”, enfatizou Bardal. Deste efetivo, 450 são agentes de segurança prisional da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), 150 são da Polícia Militar e 100 são da Polícia Civil.

Operação Eleição

Reforçando esse trabalho ostensivo, tropas federais serão enviadas para o Maranhão, a pedido do governador, para juntar-se aos 7.500 homens que atuarão nos próximos dias para impedir que facções criminosas tentem tumultuar as eleições. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) orienta que os cidadãos repassem informações que ajudem a polícia no combate ao crime por meio do número do aplicativo Whatsapp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo “Byzu”, compatível com todos os sistemas

“Facções criminosas, com claros apoios políticos, resolveram se unir para tentar impor as suas próprias regras na Penitenciária”, Flávio Dino. Foto: Divulgação

“Facções criminosas, com claros apoios políticos, resolveram se unir para tentar impor as suas próprias regras na Penitenciária”, Flávio Dino. Foto: Divulgação

O governador Flávio Dino afirmou, na manhã desta sexta-feira (30), que os ataques ocorridos na noite de ontem foram organizados por facções criminosas que querem retomar controle do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. “Facções criminosas, com claros apoios políticos, resolveram se unir para tentar impor as suas próprias regras na Penitenciária”, afirmou.

“Quando chegamos ao governo, facções mandavam na Penitenciária de Pedrinhas”, afirmou o governador. Ele afirmou que, “desde então, estamos aplicando organização e disciplina”. O governador afirma que as facções criminosas “querem a volta da livre circulação de drogas, armas e celulares”.

O governador ressaltou a importância das ações das Forças de Segurança no Maranhão. “Não podemos permitir isso, pois significaria aumento da criminalidade dentro e fora do sistema penitenciário. Já vimos o caos em 2013 e 2014”.

Ação policial

A Secretaria de Segurança Pública registrou, na noite de quinta-feira (29), ataques incendiários a cinco ônibus na cidade de São Luís e um em Imperatriz, além de um caminhão de lixo e uma escola. Já ao menos 23 suspeitos foram detidos.

Ainda durante a noite, o governador Flávio Dino esteve reunido com todo o comando da Segurança do estado para realinhar as estratégias de enfrentamento dos criminosos. “Por anos deixaram o poder das facções criminosas crescer. Agora estamos enfrentando e não vamos ceder a chantagens para volta ao passado. Mobilização total contra esses ataques”, afirmou o governador.

A partir desta sexta-feira (30), mais policiais estarão nas ruas, por meio da Operação ‘Eleições 2016’. Haverá aumento no efetivo policial por meio de parceria entre as polícias Civil, Militar e o Exército Brasileiro, além da convocação de militares lotados em cargos administrativos e oficias que estariam de folga para cumprir jornada extra operacional remunerada. Nesta quinta, o governador Flávio Dino ainda solicitou ao governo federal o envio de mais tropas para o reforço do policiamento.

O aumento do efetivo policial nas ruas é garantido por meio da convocação de oficiais (tenentes, capitães, majores e coronéis) e praças (soldados, cabos, sargentos e subtenentes), incluindo militares de funções administrativas e aqueles que estariam de férias, para reforço do contingente policial que deverá atuar nas ruas no dia de votação.

O evento é uma oportunidade de negócio para profissionais do ramo, palestras de capacitação, entre outras atividades. Foto: Divulgação

O evento é uma oportunidade de negócio para profissionais do ramo, palestras de capacitação, entre outras atividades. Foto: Divulgação

Monumentos históricos, belezas naturais, gastronomia e cultura. Todas essas peculiaridades do Maranhão estão em exposição, desde quarta (28) até esta sexta-feira (30), na 44ª ABAV Expo Internacional de Turismo, promovida pela Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav), no Expo Center Norte, em São Paulo. O Governo do Maranhão participa do evento por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur).

Com expectativa de circulação de 23 mil agentes de viagens de vários países, o evento é considerado o maior da América Latina, oferecendo oportunidade de negócio para profissionais do ramo, palestras de capacitação, entre outras atividades.

Nesta edição, o Governo do Maranhão participa com um estande de 75 m². No local estão sendo apresentados ao público os três principais polos turísticos do Maranhão: Centro Histórico de São Luís, Lençóis Maranhenses e Chapa das Mesas. Durante os três dias de evento, os visitantes poderão degustar de iguarias tipicamente maranhenses, como geleias e sucos regionais e conhecer mais sobre nossos destinos e cultura.

Além da equipe da Sectur, o estande do Maranhão conta com a presença de 16 empresas cooperadas, que participarão do evento através da caravana proposta pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Abav/MA. Para aproximar ainda mais da cultura do Maranhão, os visitantes do estande são recepcionados per uma coreira e um cazumbá.

Capacitação e exposição fotográfica

Nesta sexta-feira (30), o Governo do Estado Maranhão promove a palestra “Maranhão Terra das Águas”, ministrada pelo secretário adjunto de Turismo, Hugo Veiga, das 17h30 às 18h30. O público vai conferir, também, a exposição de fotografia ‘Divino e Seus Devotos’, assinada pelo jornalista Charles Eduardo, quando caixeiras do Divino fazem uma apresentação.